Como turbinar nossa performance rollerdérbica? Parte 2: reabastecendo as energias “pós-track”

Depois de suar a camisa por mais de duas horas seguidas de treino é óbvio que você gastou muita energia e deve estar com uma fome de leão! Muita calma nessa hora e lembre-se que o seu treino rendeu porque você se alimentou direitinho no “pré-track”! Agora é a hora de repor suas energias com combustíveis bons para que seu organismo se recupere bem, afinal, você tem uma vida além do derby e precisa estar inteira para as suas atividades cotidianas como trabalhar, namorar, estudar, e é claro, treinar de novo!

Mais uma vez nos inspiramos nas lindas e saradas Gabriela Pugliesi e Penélope Nova (bem que elas podiam praticar roller derby, né?) e na experiência pessoal das nossas derby girls que inseriram em suas rotinas uma alimentação mais saudável e a prática de exercícios físicos. Reforçamos mais uma vez que você vai ler aqui apenas algumas dicas gerais, por isso jamais dispense a ajuda profissional da área, afinal, cada corpo e organismo tem suas diferenças e suas especificidades.

O roller derby é um esporte cujo gasto energético será bem alto se você treinar com bastante intensidade. Durante o treino, o seu corpo precisa de energia e a primeira fonte que o seu organismo vai buscar serão as suas reservas de glicose, provenientes dos carboidratos dos alimentos que você ingeriu no “pré-track”. Se a sua reserva de glicose já estiver esgotada, o seu organismo recorrerá aos músculos, na medida em que as gorduras demoram um pouco mais para se transformarem em energia. Mas você é atleta de um esporte de contato e de alto rendimento que exige de você muita força e resistência física, ou seja: você precisa muito dos seus músculos! Após treinar por mais de duas horas, é claro que eles precisarão de uma forcinha para regenerar as fibras danificadas durante o treino. Existem dois produtos super recomendáveis para quem pratica esportes de alto rendimento que são o whey protein e o bcaa.

O Whey Protein (proteína do soro do leite) é um dos suplementos mais conhecidos no mundo e não deve ser consumido apenas por atletas e praticantes de atividades físicas que procuram aumento de performance, mas também por qualquer pessoa que queira levar uma alimentação mais saudável. Por se tratar de uma proteína de absorção rápida pelo organismo, ele atua diretamente na manutenção da massa muscular.

Whey protein isolado, sem adição de carboidratos.

Whey protein isolado, sem adição de carboidratos.

BCAA é a abreviação de Branch Chain Amino Acids que significa “aminoácidos de cadeia ramificada” (valina, leucina e isoleucina) e eles são de extrema importância para todo atleta! Os BCAA’s constituem até 35% da massa muscular corporal e são indispensáveis para a manutenção e o crescimento dos músculos. Além de construir células e reparar tecidos, eles formam anticorpos, fazem parte do sistema hormonal e enzimático e ainda atuam no transporte de oxigênio pelo corpo, por isso o bcaa pode ser usado também na preparação “pré-track”, diminuindo a fadiga muscular durante o treino.

O bcaa pode ser encontrado em forma de cápsulas ou em pó isolados ou misturados com whey protein.

O bcaa pode ser encontrado em forma de cápsulas ou em pó isolados ou misturados com whey protein!

A gente “tá ligada” que esses suplementos são “coisas de marombeiro”, mas o que muitas derby girls não sabem é que eles vão te ajudar e muito na recuperação pós-treino, reduzindo boa parte da sua fadiga muscular. Se você quer ser uma atleta de verdade, eles serão fortes aliados no período “pós-track” imediato!

Cerca de 30 a 40 minutos após o treino, você pode fazer um lanche leve com duas fatias de pão integral + queijo branco ou cottage + peito de peru ou frango ou atum + saladinha de alface e tomate +1 copo de iogurte desnatado com frutas ou cereais. Também tem a opção do “omeletão” de 3 claras que você pode recheá-lo com cebola e tomate picadinhos + queijo branco ou cottage + salsinha e orégano + duas torradas integrais ou 150g de batata comum ou doce + suco de fruta (uva, limão, maracujá) sem açúcar.

Se o seu treino termina na hora do almoço, fica a simples dica: divida o seu prato em 4 partes. 2/4 do seu prato serão ocupados com salada bem verde e bem colorida, ¼ será com proteínas (de preferência carnes brancas ou proteína de soja) e ¼ com carboidratos (arroz integral ou batata ou quinua, por exemplo).

A série “como turbinar a nossa performance rollerderbica” não para por aqui. Fique de olho que em breve teremos mais dicas para vocês!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s